terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Preponderância da vida

Como explicar? Bom… é mais o menos assim:

Quando se vive, respiras, ouves, vês, sentes e acumula-se parâmetros.
Distingue-se o que é bom do que não é, compreende-se os factos com as tuas experiencias acumuladas, os parâmetros. Que por sua vez são condicionados não por uma linha didáctica orientada ao pormenor, acontece conforme o passado dos nossos antepassados mais longínquos que por sua vez transfere os parâmetros de geração em geração, temperada com as novas descobertas científicas, sociais, psicológicas, cósmicas e de certa forma espirituais.

Isto é a PREPONDERÂNCIA DA VIDA: influência superior, que acontece sem escolha pessoal.

Onde está o ponto? Qual é o objectivo?
O ponto é que toda esta preponderância, temos a facilidade de reconhecer as visíveis. Qual tem sido a tua preponderância espiritual? Nenhuma pois não? Pense nisso… eu tenho pensado todos os dias da minha vida desde que conheci a existência de algo que não vejo mas agita a minha vida de maneira incrível e que desejo que todos os meus conheçam com a mesma, ou maior, intensidade a PREPONDERÂNCIA DA VIDA ESPIRITUAL. 

1 comentário:

  1. Paz irmão Junior. Se não conhecermos nossa vida, se não a entendermos, e se nossas decisões não forem as certas, então mal vai.No entanto a misecórdia de Deus supera as nossas decisões erradas desde que haja um conhecimento disso e um retorno.

    ResponderEliminar

Quem é o autor?

A minha foto
Falar de nós mesmo é difícil, pois a pergunta "Quem é você?" não se responde apenas se tem a certeza de quem nós somos, cheios convicções estabelecidas num alicerce, ou não. O meu alicerce é incorruptível, chamado Deus! Quem sou: imitador de tudo que é bom para viver uma vida de utilidade e de separação do que é mal.