terça-feira, 24 de agosto de 2010

Éeeee... to com "suspiros" a vários dias... pensando, meditando, matutando, maquinando, imaginando, acreditando, especulando e armazenando.

E você se pergunta: "Para que tanto "ando"?"

De vez em quando é necessário.

Nem sei o que escrever, tanto se passou neste mês de Agosto, férias, visitas, decisões, mudanças...

É engraçado como tudo dá a volta em pouco tempo, depois de pequenas coisas, a vida leva outro rumo, parece até que mudamos de mar, não conhecemos mais o que território navegado.

Continuo pensando... é bom. Acho eu.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Fiquei inquieto com uma frase do Carlos Rizzon no Facebook: Pelo que estamos dando a vida hoje? Por dogmas, estruturas, organizações e isntituições?A vida é isto? Ajuda-nos Pai. de Carlos Bregantin.

Estou pensando sobre isso, o que fazemos nós com o que recebemos de Deus? Como transmitimos? Como vivemos? Como entendemos? Se é que todos entendem o amor que vem de Deus.

Eu tenho uma certeza, o que tenho de Deus é suficiente, cansei de pedir por mais. Mais do que nem mesmo eu sabia bem, na verdade o "mais", era proveniente de uma necessidade puramente incrédula, portanto egoísmo, não era o sentimento de Tomé, a Cíntia disse algo que gostei: "Tomé não foi incrédulo, foi ousado.", os outros também tiveram suas duvidas, ao invés de pronuncia-las foram confirmar com os próprios olhos a ressurreição.

Pelo que nos entregamos? Para que?

Pense bem, onde está a tua fé (acreditar no que não se vê)?

Não complique o que é simples. Apenas viva o amor que vem Deus. Achas lamechas? Pense bem...

Se tiver alguma duvida podes postar um comentário, irei aprova-lo e responde-lo.

Quem é o autor?

A minha foto
Falar de nós mesmo é difícil, pois a pergunta "Quem é você?" não se responde apenas se tem a certeza de quem nós somos, cheios convicções estabelecidas num alicerce, ou não. O meu alicerce é incorruptível, chamado Deus! Quem sou: imitador de tudo que é bom para viver uma vida de utilidade e de separação do que é mal.